Rio Nilo

By: http://www.fiorgeograf.com.br

 

           Rio do nordeste da Africa extensão é de 6.695Km (5.600Km desde o lago Vitória), sua bacia é de 3.000.000Km2. O rio nasce de um curso de água de Burundi, com o nome de Kagera, e depois se lança no lago Vitória, do qual sai denominado Nilo Vitória, em Uganda. Atravessa o lago Kioga e depois o lago Mobutu, recebendo então o nome de Bahr el-Gebel. Penetra no Sudão e recebe o Bahr el-Ghazal pela margem direita e o Sobat pela margem direita, tomando o nome de Nilo Branco. Em Cartum, conflui com o Nilo Azul (procedente da Etiópia) e depois recebe o Atbara na região das cataratas. Entra então no Egito, o qual atravessa de norte a sul, lançando-se no Mediterrâneo por uma grande delta, que começa no Cairo e avança em duas ramificações: a de Roseta (1.076m3/s) e a de Damieta (500m3/s).

                     No Egito as cheias do Nilo acontecem entre junho e novembro, chegando ao máximo em setembro. O rio carrega altas quantidades de Aluvião, que abandona por ocasião das vazantes e que fertilizam o leito maior. Suas águas são utilizadas para irrigação desde a antigüidade e seu curso inferior se apresenta como um longo oásis que corta o deserto. Banhando uma série de cidades, ele constitui também uma grande artéria navegável. Grandes obras têm sido realizadas em seu curso (no Egito) com a finalidade de erguer o nível das águas na cabeceira dos canais e de aumentar o débito do rio entre fevereiro e julho. A imensa barragem de Assuã foi a última e a mais importante dessas obras.
             O Egito, cujo nome oficial é República Árabe do Egito, faz parte do conjunto de países pobres que compõem o Terceiro Mundo. O país tem um território de 1.001.449Km2 e 45 milhões de habitantes. Quase toda a população professa o islamismo, que é a religião oficial.
            

           "Dádiva do Nilo", segundo a expressão de Heródoto, historiador grego do século V a.c., o Egito Antigo era, na realidade, um extenso oásis com mais de 1.000 quilômetros de comprimento por 10 a 20 de largura. O Nilo era, então, muito mais largo do que é hoje e corria através de uma vasta planície. Ao longo do tempo, a largura do rio foi diminuindo e seu leito ficando cada vez mais profundo. O Vale do Nilo compreendia o Alto Egito, ou Terra do Sul, e o Baixo Egito, ou Terra do Norte. O Baixo Egito ocupava a vasta planície aluvial formada pelo delta.
            

          O "nilômetro" é uma construção de pedra, uma espécie de poço, edificada à margem do rio. No fundo do poço, há uma comunicação direta com o Nilo. Tem diversos pontos na parede do poço junto à escada, os quais permitiam ler a altura atingida pela água. Em função da data e da altura assinaladas, é possível se prever qual será a altura máxima de uma enchente.
         

         Pesquisas recentes desfizeram a crença de que o Nilo é o maior rio do mundo com seus 6.695 Km de extensão, o maior rio do mundo é mesmo o Amazonas com seus 6.868 Km desde que nasce no lago Lauricocha no planalto de La Raya, no Peru até desembocar no oceano Atlântico.

Egito

O Egito representa a mais forte expressão do Nilo, quando retrata a suas características. Neste momento o rio integrasse ao homem como elemento vital. "Relação homem natureza"  

 

fiorgeograf